19/03/10

Aceitam-se sugestões...


Alguma alminha iluminada me consegue explicar o que pode alguém ganhar roubando o símbolo do carro de outrem, deixando-lhe a viatura completamente descaracterizada na parte da frente. Não satisfeito, esse mesmo ser, resolveu igualmente levar umas das letras da traseira (!).

O meu carro não é nenhuma preciosidade... mas estava a incomodar alguém??? Roubar antenas já é corriqueiro... até já ouvi histórias de quem as rouba às centenas só para as pôr num qualquer canto e se gabar aos amigos igualmente infantis e desocupados (tristezas!), mas para que querem o meu simbolozinho prateado? snif

8 comentários:

Shadow disse...

epá.... bem, aqui vendem-se na feira da Bandoma...

Kok disse...

Desde o básico prazer de estragar até à paranóia de coleccionar objectos, tens muito por onde escolher.
Ou então, fazem-no simplesmente porque "podem".
Manias.....

Bêjo (não roubado)

Marta disse...

olha, ao do meu gajo roubaram a vareta do óleo... aparentemente são boas para abrir portas... vá se lá entender...

Cris disse...

Hoje voltei a olhar para ele... desde o achado que não lhe punha a vista em cima e continuo a achar que o meu popó parece despido. :(

DrKevorkian disse...

O ferrari não está ai :|

Cris disse...

Não reparei... Só me preocupei em ver se estava o que foi roubado (!). :P

Pedro Hora disse...

Bem, isso de ter um Mercedes é o que dá :P
Estavam a precisar de uma estrela lá em casa.
Eu posso dizer que já me assaltaram o carro 3 vezes.

Apuro do roubo para os ladrões: 1 carregador de isqueiro e uns fones de telemóvel...

Prejuízo para mim: 3 vidros, uma porta e tempo, muito tempo...
Sim polícia, peritagem e colocar o carro como estava...

Irritam-me profundamente!

Cris disse...

O carro 'assaltaram-me' uma vez. Aliás, nem sei se isso lhe posso chamar... Resolveram ver se dava para abrir. Abriram partindo o sistema da porta e depois mexericaram, só para mostrar que lá tinha estado e não levaram nada (!). Para a história ficou a massada e o arranjo.

Bom aviso... porque aqui a menina ainda deixava por lá os documentos do carro e aprendeu qualquer coisa.