30/09/10

Medidas

Já ouvi (e li) alguns queixumes sobre o comunicado de ontem. Uns falam de greve para ali, outros reclamam manifestação para acolá.
É verdade que avançando tudo o que anunciaram ontem, uns serão mais atingidos que outros, mas em última análise a ideia é a corda apertar em todos os bolsos, ou não?
É que o pouco que ouvi das notícias da hora de almoço, deixou-me com urticárias. Dizia o comentador que o que faria sentido é que se parasse de substituir os Audis e outros carros xpto, na função pública, todos os anos e que eles passassem a durar nas mãos dos respectivos donos pelo menos 5 anos. Não será esta uma proposta razoável, que nem precisa de argumentos extra para ser aceite de caretas?? Pois... parece que não!

4 comentários:

LCS disse...

Sabes quantos carros tem o 1.º ministro ao seu dispôr? 4! E sabes quantos motoristas? 9! E agora tenta adivinhar quanto ganha cada motorista... e o pior... quem paga os seus ordenados?

Cris disse...

Pois, não sabia disso tudo, mas também não estou lá muito surpreendida...

Dono das galinhas disse...

Se quem troca de carro tiver que pagar do próprio bolso a troca, claro que não o faz com tanta frequência...
Mas com o dinheiro dos outros...
No entanto não se coibem em falar de austeridade. Palhaços...!!!

Bêjo!

Cris disse...

É que trocar de carro todos os anos, ou que seja de 2 em 2... é muito mais que gozar com a nossa cara (à grande!).